Sábado, 30 de Agosto de 2008

Até onde irá esta China? - #02

 

Numa perspectiva mais optimista pode-se também opinar que o contínuo crescimento económico chinês e as consequentes melhorias das condições de vida culminarão, passo a passo, na Democracia. Não partilho desse optimismo pois considero que, num cenário de crescimento económico, uma mudança política dessa dimensão com a provável perda de poder do lobby dominante é algo contranatura. As revoluções falhadas e as sucedidas surgem da insatisfação e no caso da China, com excepção de zonas como o Tibete e Xinjiang, até o mais miserável é um ser satisfeito. Há 20 anos uma família de Pequim tinha direito a 6 Kg de peixe por ano, hoje, o mais miserável tem trabalho suficiente para comer e beber. Outros há que já compram um leitor MP3, um telemóvel, enquanto que a classe média anda nas nuvens com a primeira casa, o primeiro carro ou com o futuro brilhante dos seus filhos. É difícil mobilizar quem quer que seja para uma revolução nestas condições.
 
(continua em futuras postas)

 

publicado por Conde da Buraca às 02:01
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 30 de Outubro de 2008 às 13:02
So quem não percebe o minimo de economia é que acha ingenuamente que os altos niveis de crescimento (20-30%/ano) em economias emergentes, como a China ou Angola, são infinitamente sustentaveis.
Haverá um ponto no futuro em que estagnarão definitivamente a niveis dos paises desenvolvidos.
Nessa altura terão de ter infraestruturas economicas consolidadas, caso contrario os mais desfavorecidos nessas sociadades iram sofrer bastante.

A arvore das patacas não irá viver para sempre.

Comentar post

clique no imagem para enviar e-mail peneirar@gmail.com


Clique aqui e aceda ao Peneirar pelo tapete vermelho

.pesquisar

 

.links

.posts recentes

. “Não se distingue se é um...

. Conversas no Divã

. Amo-te. É isso que eu ten...

. Uma Questão de Democracia

. Ka Ganda Vaca

. Coisas Boas – Broken Soci...

. Vende-se Voto

. Reflexões pós chifres

. Mais um sector em crise

. Aqui não passaram

.arquivos

. Novembro 2015

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds