Sábado, 7 de Abril de 2007

A Arte de Carregar no Botão

Para os mais cépticos relativamente aos porquês do crescimento económico chinês queria  aqui deixar um exemplo por si só demonstrativo do elevado grau de especialização / formação que a mão de obra deste país atingiu. Tratam-se das milhares de pessoas que todos os dias se dedicam a essa complexa arte que é carregar no botão e as suas diferentes ramificações. Uma das que inicialmente mais desperta estranheza a um ocidental, são as meninas dos elevadores, espaço de trabalho, onde com uma desenvoltura notável carregam no botão correspondente ao andar que desejamos deslocar-nos. Aconselho vivamente a leitura deste  post no China em Reportagem, onde a sua autora nos dá a conhecer, em mais pormenor, um dia destas trabalhadoras especializadas. Depois vamos encontrando outros exemplos, como é o caso da menina do edifício onde passo todas as manhãs, a sua função é carregar num dos oito botões da máquina de café, cada um deles correspondente a um diferente tipo de bebida. Não revela a mesma agilidade da colega do exemplo anterior mas é preciso dizer que também acumula a função de receber o dinheiro, apesar de a máquina possibilitar a inserção de moedas. A conclusão natural de um recém-chegado é de que, por estes lados, a densidade de habitantes manetas é muito superior à média mundial. Mas não, a intenção é simplesmente explorar o conceito da especialização/produtividade até ao limite e, há que dizê-lo, com resultados extraordinários. O facto de a restante massa laboral já não necessitar de reservar células cinzentas para memorizar o modo de como se carrega em botões, possibilita que estas sejam utilizadas para o aperfeiçoamento da sua profissão. Poderá parecer que o impacto é reduzido mas o potencial ainda por explorar é enorme, imaginem a imensidão de equipamentos que exigem o premir do betão. Já se comenta a possibilidade de, brevemente, na compra de um aparelho de tv, estar também incluída a oferta de um profissional no domínio do comando. Claro que ainda há pormenores por afinar, sou da opinião que deveria ser criado o cargo de adjunto que, diariamente, na companhia do seu mestre, aprenderia os segredos da profissão e o substituiria nos dias de doença. Evitava-se assim nessas ocasiões, situações caricatas como pessoas que, deparadas com a ausência da operadora do elevador, optam por não sair de casa, faltando ao emprego, outros há que optam por descer/subir dezenas de andares pelas escadas ou ainda aqueles que tentam carregar nos botões com os dedos dos pés, correndo o risco de se lesionarem com gravidade. Pequenas falhas que, certamente, serão corrigidas. Como se vê, não é apenas com salários baixos que o ministro de economia de Portugal conseguirá atrair o investimento chinês, é também necessário investir fortemente na especialização/formação da mão de obra.

publicado por Conde da Buraca às 11:32
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Eterna Caminhante a 7 de Abril de 2007 às 13:44
Simplesmente fantástico! É que é mesmo assim por estes lados! E vai que é aí que está o segredo do Maior Tigre da Ásia? Será? Assim sendo, Portugal devia especializar-se desenvolvendo a sua economia com base neste Processo Tecnológico. Desenvolvia humanóides robotizados que não eram mais do que estes seres que só carregam no botão, apenas com alguns apetrechos novos, como dedos mais afiados (para diminuir o tempo de acertar no alvo botão ), mãos com sistemas de sucção para receber o dinheiro com menos esforço .... Seria assim possível desenvolver indústrias da área tecnológica que dariam sentido ao Plano Tecnológico . Brilhante!!Diria. Até mais!
De Conde da Buraca a 10 de Abril de 2007 às 16:12
É, quando se profetizava a vitória da máquina sobre o homem, este, mais uma vez, demonstrando o seu instinto de sobrevivência nato, adapta-se ao meio ambiente que o rodeia, neste caso, as máquinas.

Um abraço

Comentar post

clique no imagem para enviar e-mail peneirar@gmail.com


Clique aqui e aceda ao Peneirar pelo tapete vermelho

.pesquisar

 

.links

.posts recentes

. “Não se distingue se é um...

. Conversas no Divã

. Amo-te. É isso que eu ten...

. Uma Questão de Democracia

. Ka Ganda Vaca

. Coisas Boas – Broken Soci...

. Vende-se Voto

. Reflexões pós chifres

. Mais um sector em crise

. Aqui não passaram

.arquivos

. Novembro 2015

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds