Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Colors

A edição 70 deste interessante projecto dedica-se aos sonhos que Pequim, como outra qualquer grande urbe, alimenta e vorazmente consome. Realizado por dois jovens artistas chineses, este trabalho dá-nos a conhecer as vivências de alguns dos seus habitantes, ajudando-nos a compreender um pouco mais a actual transformação da sociedade chinesa. Que melhor maneira de conhecer a essência de um local do que o próprio relato de quem dele respira. Na fotografia, Qihui, prostituto de profissão, todas as quintas feiras canta num bar vestido de mulher por puro prazer, não recebe um tostão, pagando do seu próprio bolso o pianista que o acompanha nas actuações.

tags:
publicado por Conde da Buraca às 17:51
link do post | comentar | favorito
|
clique no imagem para enviar e-mail peneirar@gmail.com


Clique aqui e aceda ao Peneirar pelo tapete vermelho

.pesquisar

 

.links

.posts recentes

. “Não se distingue se é um...

. Conversas no Divã

. Amo-te. É isso que eu ten...

. Uma Questão de Democracia

. Ka Ganda Vaca

. Coisas Boas – Broken Soci...

. Vende-se Voto

. Reflexões pós chifres

. Mais um sector em crise

. Aqui não passaram

.arquivos

. Novembro 2015

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds