Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

Coisas Boas – Broken Social Scene

Gosto muito dos Broken Social Scene, uma espécie de super banda (são mais do que as mães) que reúne nas suas fileiras nomes consagrados como a maluca da Feist e que, presumo eu, em nome da amizade se juntam para desbundar quando as agendas dos seus projectos pessoais o permitem. O resultado musical é muito bom e os vídeos, como podem constatar, uma pedra.

 

 

 

 

 

tags:
publicado por Conde da Buraca às 12:28
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Junho de 2009

From the Basement

 
From the Basement é uma brilhante ideia de uns tipos muito bem relacionados no mundo da música que consiste em gravar a performance de bandas como os Radiohead, Fleet Foxes, Iggy Pop e muitos outros nomes consagrados do rock internacional num ambiente intimista, longe da pressão das câmaras, luzes, concertos e estúdios de gravação. O objectivo é proporcionar aos artistas uma atmosfera de tal forma descontraída que permita a perda de inibições como a de sacar os pés e o corta-unhas em público mas também o fluir da música sem constrangimentos. A maioria dos vídeos não estão totalmente disponíveis no site mas é fácil encontra-los no Youtube.  O resultado é muito bom. Destaco a performance a solo do conhecido homem do assobio, Andrew Bird no tema “Section 8 City”. Absolutamente genial a forma como vai gravando partes da sua própria actuação que aproveita mais tarde para reproduzir enquanto ensaia outros ritmos, ao alcance de muito poucos.
tags:
publicado por Conde da Buraca às 18:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Junho de 2009

Coisas Boas - Chinese Translation (M. Ward)

 

 
CHINESE TRANSLATION (M. Ward, 2006)
I sailed a wild wild sea, climbed up a tall tall mountain
I met a old old man beneath a weeping willow tree
He said: ««Now if you got some questions go and lay them at my feet
But my time here is brief, so you'll have to pick just three»
And I said: «What do you do with the pieces of a broken heart?
And how can a man like me remain in the light?
And if life is really as short as they say, then why is the night so long?»
And then the sun went down and he sang for me this song:
«See I once was a young fool like you afraid to do the things that I knew I'd to do
So I played an escapade just like you, I played an escapade just like you
I sailed a wild wild sea climbed up a tall tall mountain
I met an old old man he sat beneath a sapling tree
He said: «Now if you got some questions go and lay them at my feet
but my time here is brief so you'll have to pick just three»
And I said: «What do you do with the pieces of a broken heart?
And how can a man like me remain in the light?
And if life is really as short as they say, then why is the night so long?»
And then the sun went down and he sang for me this song...»
tags:
publicado por Conde da Buraca às 00:22
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

Coisas Boas - Poder de Gato

Não consigo parar de ouvir esta “Maybe Not” da Catpower, um tema de esperança dramática. É assim que mais gosto dela, o piano, o seu vozeirão e nada mais.

  

 

tags:
publicado por Conde da Buraca às 23:49
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Coisas Boas - Nina Simone - Ain't Got No...I've Got Life

 

tags:
publicado por Conde da Buraca às 00:16
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

I should have kissed you...

Há muito para contar sobre o como é bom nascer num país com muitos defeitos mas onde a liberdade individual ainda é um valor respeitado, sim falo de Portugal. Fica para mais tarde, o Peneirar ainda pulsa, lentamente mas pulsa. Por agora, vai aguentando com uns balões muito espaçados de morfina como este tema do David Fonseca, The 80`s ”. Admiro o percurso musical deste multifacetado self made man e em especial esta música, penso que assenta que nem uma luva a este trintão, é só  mudar para The 90´s ”.

 

 


tags:
publicado por Conde da Buraca às 19:50
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Lover´s Spit outra vez - I like it all that way...

aqui tinha manifestado a minha paixão por esta belíssima criação dos Broken Social Scene . Não foi suficiente... tenho a dizer que é das poucas coisas que leva este cada vez mais intolerante ateu a questionar a existência de Deus.

tags:
publicado por Conde da Buraca às 17:29
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

It was Christmas Eve babe

tags:
publicado por Conde da Buraca às 16:38
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 17 de Novembro de 2007

O que é National é bom

  

Para aqueles que continuam a cá passar, recusando-se ao inevitável internamento psiquiátrico, fica esta pequena preciosidade de seu nome Fake Empire. Da autoria dos norte americanos The National , uma das novas coqueluches do panorama musical de 2007, é daquelas que se gosta à primeira e à segunda  ainda mais.

tags:
publicado por Conde da Buraca às 17:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 13 de Outubro de 2007

Coisas Boas – Neil Young - Old Man

tags:
publicado por Conde da Buraca às 09:25
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

O álbum da banana

Era eu um adolescente em luta feroz contra o proliferar do acne quando o conheci. Perdido no meio da colecção zappiana do tio rockeiro , a sua capa despertou-me a curiosidade. Umas horas depois sentia-me como tivesse acabado de descobrir o Santo Grall . Quem o conhece sabe que não exagero, é uma das obras primas musicais de todo o sempre. Na sua curta existência, os Velvet Underground  nunca arrastaram multidões, o negrume das suas composições inspiradas em temas como o consumo de drogas duras ou o sadomasoquismo não combinava com o colorido do espírito hyppie que então predominava. Provavelmente sem o empurrão de Andy Warhol a música dos Velvet nunca teria saído do anonimato dos clubes de Nova York e talvez o Chico Fininho nunca tivesse curtido ao som do Lou Reed . O Joe Berardo que me desculpe mas a totalidade da obra artística de Andy Warhol resume-se a nada quando comparada com o tal empurrão, esse sim o seu grande momento de inspiração. Foi há precisamente 40 anos e a sua força revolucionária mantém-se intacta, intemporal, algo que Cold Plays e Companhias, por mais milhões e milhões de cópias vendidas, jamais alcançarão. Queria muito deixar aqui um link para um tema que não a belíssima mas por todos sobejamente conhecida "Heroin”, tendo perdido  algum tempo em vão na busca de "All Tomorrow Parties”, a minha predilecta e, acabei de saber, também do próprio Andy Warhol . Fica para mais tarde, por agora ficam com a sensualidade da voz da Nico em "Femme Fatale” e com "There she goes again” que a mim, pessoalmente, diz muito.

tags:
publicado por Conde da Buraca às 16:19
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sábado, 16 de Junho de 2007

OK Computer

É só para dizer que hoje faz dez anitos  que “Ok Computer” se deu a conhecer ao mundo.  Parece-me um acontecimento bem mais importante do que, por exemplo, a 16 de Junho de 1963, Valentina Vladimirovna Tereshkova (que querem? 10 meses sem wikipédia dá nisto, já passa...) se ter tornado na primeira mulher no espaço. O vídeo escolhido, também ele muito bom, é o da soberba “Paranoid Android”.

tags:
publicado por Conde da Buraca às 16:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Maio de 2007

Se é que são precisas

Duas razões. A primeira porque blog que é blog tem que pelo menos uma vez na vida deixar-se embelezar com um vídeozito do Youtube, é como ter que ir a Meca. A segunda veio por acréscimo, nem que fosse no último suspiro do Peneirar, esta versão de Sweet Jane dos Cowboy Junkies teria que cá rolar. Foi um caso de amor à primeira audição, há já uns largos anos, numa sala de cinema repleta de jovens da geração rasca (ou melhor, geração recibo verde). Ah, o filme, nem mais, Natural Born Killers de Oliver Stone, bons tempos.

tags:
publicado por Conde da Buraca às 15:47
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

The doors

A única banda pela qual percorri 7 km a penantes está de regresso. Aconselho a audição deste Coyote da Antena 3, além das grandes músicas, o convidado do dia presenteia-nos com uns excertos deliciosos de uma entrevista recentemente realizada com os três elementos ainda vivos, bem como com o relato de alguns momentos por si passados nos locais emblemáticos da história dooriana. Um dos temas debatidos é a misteriosa morte de Jim Morrinson que, ainda hoje, mesmo entre os seus companheiros de palco, motiva opiniões divergentes.

tags:
publicado por Conde da Buraca às 09:56
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Março de 2007

Jazz Tripeiro

"O AquiJazz, Coro de Jazz da ESMAE, dedica-se ao reportório de diversos estilos na área do Jazz, desde complexos arranjos vocais a temas acompanhados por quarteto de jazz, intercalados por intervenções solísticas de alguns dos seus elementos. Ao vivo, a energia contagiante mais o ambiente alegre e descontraído passam inevitavelmente para a plateia, o que tem transformado os concertos deste grupo em verdadeiros momentos de partilha e diversão para todos. O Espírito AquiJazz convida a sorrir e a desfrutar o espectáculo."

 

O poiso no Myspace é este.

 


tags:
publicado por Conde da Buraca às 04:02
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Março de 2007

Jenny Lewis com as Gémeas Watson – O Post Adiado

Já iniciei a prosa deste post umas quantas vezes acabando sempre por terminar, independente do caminho que tome, no mesmo fim, a tecla do delete. Face a esta inevitabilidade sou forçado a adiar tal ensejo e a meditar sobre as razões pelas quais me será tão difícil escolher as palavras para opinar que a não inclusão da estreia de Jenny Lewis With The Watson Twins, de seu nome “Rabitt Fur Coat”, nas listas dos melhores álbuns de 2006 é algo que não se compreende. Tenho pesquisado essas listas com o intuito de depois, aqui, no blog, brilhar com uns comentários gamados em sites estrangeiros e passar a imagem de guru musical mas os aclamados do ano que findou não têm ajudado. Queria brilhar mas sem recorrer à mentira, tenho os meus princípios. Não sei se foi a belíssima colheita de 2005 que me apurou o paladar mas os aclamados do seu sucessor, por aqui já downloadados, não convencem, mantêm-se a esperança de ainda por lá encontrar algo que me desperte as sensações que nomes como os Arcade of Fire, Sufjan Stevens, Antony and the Johnsons, Bright Eyes ou ainda Andrew Bird, despertaram um ano antes. Os TV on the Rádio, o Santo Grall de 2006, depois de uma segunda audição, ficaram bem fechadinhos numa pasta, talvez o problema seja falta de fermentação. O do Dylan e o dos Sonic Youth estão porreirinhos mas porreirinhos não é grande elogio. Bem, o melhor é voltar a escutar esta e mais esta bela criação da Jenny Lewis e das Gémeas Watson, pode ser que o post acabe por desencravar.
tags:
publicado por Conde da Buraca às 16:50
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007

Coisas Boas da Noruega

Na Noruega, além do nosso amigo e das beldades que por lá habitam, há  também outras coisas boas como por exemplo os King of Konvenience. Para ajudar na leitura do post anterior, proponho que escutem esta Jukebox  do  álbum “Riot On An Empty Street” . Se não estão tentados, olhem que a Leslie Feist também participa na festa. Em que faixas? Isso terão que ser vocês a descobrir.
tags:
publicado por Conde da Buraca às 08:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Janeiro de 2007

Sexo Oral na Música Pop

“deixo-vos aqui a sublime versão do tema «Lover's Spit» cantada por Feist ao piano e que faz parte da colectânea BEE HIVES editada em 2004 (o original, de YOU FORGOT IT IN PEOPLE de 2003 já era uma grande canção, mas esta versão é incrível). A minha referência ao sexo oral na música pop era, por excelência, a que Leonard Cohen fazia em «Chelsea Hotel #2» a propósito da Janis Joplin: «Giving me head on the unmade bed / while the limousines wait in the street»”., in As Ruínas Circulares.  

 


 

Já faz tempo que desejo ultrapassar o elogio do João Pedro Costa à prestação da menina Feist, enquanto voz do  tema “Lover´s Spit” dos Broken Social Scene. Os dias passam e não consigo, “sexo oral na música pop” é realmente a qualificação perfeita, acreditem, não há nas citadas palavras qualquer exagero típico dos analistas musicais da praça. Ainda se fazem músicas assim, toda ela é pura sensualidade do mais alto calibre. Comprovem-no aqui e não me venham com o blá blá blá de que os gostos não se discutem, quem não tiver a sensibilidade para, no mínimo, a amar, está desde já informado que não reúne os requisitos necessários para frequentar o Peneirar (é a filtragem meus senhores(as), é a filtragem).

 


 

LOVER'S SPIT (Broken Social Scene, 2003)
All these people drinking lover's spit
They sit around and clean their face with it
And they listen to teeth to learn how to quit
Tied to a night they never met
You know it's time
That we grow old and do some shit
I like it all that way
You know it's time
That we grow old and do some shit
I like it all that way
All these people drinking lover's spit
Swallowing words while giving head
They listen to teeth to learn how to quit
They take some hands in getting used to it

 


tags:
publicado por Conde da Buraca às 11:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

Os Assassinos também têm Coração

 

Escutem lá esta pérola musical. Dá vontade de adoptar e criar um psicopata homicida no aconchego do nosso lar. Depois lê-se a biografia (esta é mais curta) do tipo e a ideia rapidamente se esvanece.

Sufjan Stevens - John Wayne Gacy, Jr.

His father was a drinker and his mother cried in bed
Folding John Wayne's t-shirts when the swingset hit his head
The neighbors they adored him
For his humor and his conversation
Look underneath the house there
Find the few living things, rotting fast, in their sleep
Oh the dead
27 people
Even more, they were boys, with their cars, summer jobs
Oh my God
Are you one of them?
He dressed up like a clown for them
With his face paint white and red
And on his best behavior
In a dark room on the bed he kissed them all
He'd kill ten thousand people
With a slight of his hand, running far, running fast to the dead
He took off all their clothes for them
He put a cloth on their lips, quiet hands, quiet kiss on the mouth
And in my best behavior
I am really just like him
Look beneath the floor boards
For the secrets I have hid
tags:
publicado por Conde da Buraca às 17:21
link do post | comentar | favorito
|
clique no imagem para enviar e-mail peneirar@gmail.com


Clique aqui e aceda ao Peneirar pelo tapete vermelho

.pesquisar

 

.links

.posts recentes

. Coisas Boas – Broken Soci...

. From the Basement

. Coisas Boas - Chinese Tra...

. Coisas Boas - Poder de Ga...

. Coisas Boas - Nina Simone...

. I should have kissed you....

. Lover´s Spit outra vez - ...

. It was Christmas Eve babe

. O que é National é bom

. Coisas Boas – Neil Young ...

.arquivos

. Novembro 2015

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds